Afinal, o que é Melasma?

Já falei diversas vezes aqui que tive uma forte alergia no rosto e que a mais de um ano faço tratamento na pele. Porém a última vez que me consultei com minha dermatologista, ela me falou que eu estava com início de melasma. Já tinha ouvido falar em melasma mas nunca me foquei em o que era essa “doença”. Diversas dúvidas vieram na mente: Afinal, o que é melasma?  Porque surge? Como identificar? Tipos? Como tratar? Tem cura?

Por isso resolvi trazer esse post para o Blog.

Afinal, o que é melasma? 

o que é melasma

O melasma é um aumento da melanina que confere um tom acastanhado em regiões localizadas da pele (manchas), normalmente aparecem no rosto, mas pode ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, porém também pode afetar os homens (10% dos casos são registrados no sexo masculino).

A gravidez é o período mais comum de aparecimento das manchas, e nesses casos pode ser chamado de cloasma gravídico. Depois que surgem as manchas, elas apresentam caráter crônico, com períodos de melhora e de recidiva.

Porque surge?

img-malasma

Não há uma única causa definida para o melasma, mas sabe-se que ele está relacionado principalmente à exposição solar, mas também ao uso de anticoncepcionais e algumas outras medicações, fatores hormonais, predisposição genética, algumas doenças (ex: hepatopatias) e à gravidez.  A exposição ao sol, faz com que a luz ultravioleta estimule os melanócitos (que produzem os pigmentos de cor da pele, a melanina). Apenas uma pequena quantidade de exposição solar pode fazer com que o melasma retorne, mesmo em uma pessoa que já o tratou anteriormente, e essa é uma das principais razões de porque os casos aumentam no verão.
Como identificar:
 11
Antes de tudo é essencial a visita ao consultório do seu dermatologista.
Geralmente começam a aparecer manchas escuras ou acastanhadas na face em áreas expostas, principalmente nas maçãs do rosto, testa, nariz, lábio superior, têmporas, lateral dos braços e colo. As manchas têm formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas.Muitas vezes, as pessoas relacionam o surgimento da mancha ao uso de algum creme, um procedimento de depilação com cera, acidentes domésticos com calor ou forno, mas todas essas possibilidades são apenas “mitos”, não comprovados cientificamente.
Tipos:
news-melasma
  • Melasma epidérmico: Quando há depósito aumentado de pigmento através da epiderme (camada mais superficial da pele).
  • Melasma dérmico: Caracterizado pelo depósito de melanina ao redor dos vasos superficiais e profundos.
  • Misto: Quando se tem excesso de pigmento na epiderme em certas áreas e na derme em outras regiões.
Ainda há três tipos comuns de padrão facial de melasma, o malar (maçãs do rosto), centrofacial (testa, bochechas, acima do lábio, nariz e queixo) e mandibular, conforme a região em que aparece.
Como tratar:
07739410-1d8e-4d65-ac51-d357b33a869b
Existem diversos tratamentos para o melasma, todos querem eliminar as manchas do rosto, mas alguns cuidados são essenciais e sem eles dificilmente se alcançará bons resultados:
  1. Evitar se expor ao sol: esse é o principal cuidado no tratamento de melasma. O sol é o principal responsável pelo seu surgimento.
  2. Usar Filtro Solar adequadamente: para um bom tratamento do melasma o Dermatologista provavelmente vai te prescrever um filtro com boa proteção UVB (FPS) e UVA (PPD). Você deve reaplicar várias vezes ao dia. Ideal a cada 2 ou 3 horas.
    Os tratamentos para melasma variam, mas é importante que o paciente sempre se proteja contra os raios ultravioleta e a luz visível, além de procedimentos para o clareamento e uso de medicamentos tópicos e/ou orais. O protetor solar deve ter FPS mínimo de 30 e um PPD mínimo de 10.

Tem cura?

chemical-peel

 

Não existe “cura” para o melasma, mas existe tratamento/controle. Por isso a importância de sempre usar protetor solar até em dias mais frios, pois os raios solares nesses dias também são prejudiciais a pele. Tem resenha aqui sobre o protetor solar de alta proteção da La Roche-Posay e dicas para cuidar da sua pele no inverno. 

Confira também a importância do uso do protetor solar até em lugares fechados.

 

Existem diversos fóruns na internet com esse tema, porém nada substitui uma consulta ao dermatologista, pois só ele pode te dar um diagnóstico real;

Espero que tenha esclarecido algumas dúvidas e em breve trago novos artigos sobre pele.

Não deixem de acompanhar o Blog nas principais redes sociais.

1436390475_facebook1436390791_Instagram1436390642_twitter

Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto é só enviar um e-mail para:blogsosdabeleza@gmail.com.

Grande beijo e até o próximo post.

Fonte: Google, Juro Valendo, Dias de Sol, Querida vida saudável, Ler saúde, Derma Doctor, Dermatologia.Net, Dra. Cíntia Cunha, Derm.com, Dr. Alexandre Lima;

You may also like

3 comentários

    1. Pois é Rose, sou toda complexada com qualquer alteração que aparece na minha pele. Vou conferir seu post, amo artigos relacionados a pele. Rsrsrs
      Obrigada por seu comentário e volta sempre :*

Vamos interagir? Deixe aqui seu comentário