Melasma – Características e Curiosidades – Mitos e Verdades

Continuando os artigos sobre cuidados com a pele, a Dra. Tatiana Di Perrelli publicou em seu Instagram vários posts de um especial sobre o Melasma. Como nem todo mundo tem conta no IG, resolvi reunir todos as publicações em 02 posts. O conteúdo está maravilhoso. No primeiro post, veremos as Características e curiosidades e os Mitos e verdades sobre o Melasma.

MELASMA

Se já ficamos preocupados com qualquer manchinha que aparece em nosso corpo, imagine ter uma mancha enorme no rosto de tom amarronzado? Só quem luta contra o melasma sabe o quão difícil é manter a disfunção sob controle. O melasma não traz nenhum dano à saúde, mas deixa muita gente doente psicologicamente, devido à beleza física e aos padrões estéticos de atualmente.
Embora não exista cura para esse problema, existem formas de controlar os sintomas com tratamentos, que podem ser feitos em qualquer época do ano.

Características & Curiosidades

@dratatianadiperrelli

Também chamado de cloasma, o melasma é uma manifestação caracterizada por manchas escuras na face que podem variar em intensidade. Por ser um distúrbio crônico, o portador desta disfunção deve seguir protocolos de tratamento e prevenção contínuos, pois, mesmo quando apresenta melhora, pode piorar facilmente ao faltar com os cuidados.
◾Sintomas:
Manchas escuras ou acastanhadas começam a aparecer na face, principalmente nas maçãs do rosto, testa, nariz e lábio superior (o chamado buço). Pode ocorrer também o melasma extrafacial, com aparecimento das manchas escuras nos braços, pescoço e colo. As manchas têm formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas (iguais nos dois lados).
◾É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, porém também pode afetar os homens. O seu surgimento geralmente está relacionado à gravidez ou ao uso de anticoncepcionais hormonais (pílula) e tem como fator desencadeante a exposição da pele ao sol.
Além dos fatores hormonais e da exposição solar, a tendência genética e características raciais também influenciam o surgimento do melasma.
💡”A pele negra é mais propensa ao melasma do que as peles mais claras. Como existe uma maior concentração de melanina na pele negra, ela acaba sendo mais suscetível ao surgimento dessas manchas.”

💡Uma curiosidade que pouca gente sabe: O melasma é dividido em 03 tipos 🙄
• Melasma epidérmico:
Quando há depósito aumentado de pigmento através da epiderme (camada mais superficial da pele).
• Melasma dérmico:
Caracterizado pelo depósito de melanina ao redor dos vasos superficiais e profundos.
• Misto:
Quando se tem excesso de pigmento na epiderme em certas áreas e na derme em outras regiões.

◾É importante ressaltar que o melasma não tem nada em comum com o melanoma (câncer de pele), compartilhando apenas alguns fatores de risco. Portanto, o melasma é benigno. A disfunção, em si, não causa complicações mais graves para a saúde do paciente. O que acontece, muitas vezes, é uma piora na saúde mental, em decorrência do desconforto estético causado pela doença.

Mitos & Verdades

@dratatianadiperrelli

A GRAVIDEZ PODE PIORAR AS MANCHAS.🔸(VERDADE)
O melasma pode surgir ou sofrer alterações por questões hormonais e, como a quantidade dessa substância circulante durante a gravidez aumenta, é comum o agravamento do quadro nesse período. A progesterona e o estrógeno, por exemplo, estimulam a produção de melanina e o aparecimento das manchas.

PÍLULA ANTICONCEPCIONAL AGRAVA O MELASMA.🔸(VERDADE)
Em algumas pessoas a pílula pode agravar o melasma, uma vez que contêm hormônios em sua formulação.

O ÁCIDO TRANEXÂMICO É INDICADO PARA O TRATAMENTO DO MELASMA.🔸(VERDADE)
O ácido tranexâmico é um medicamento bastante recomendado no tratamento do melasma. Ele inibe a produção da melanina pelos melanócitos, e também contribui na diminuição dos vasos sanguíneos da região tratada, que também contribui para o clareamento.

DEPILAÇÃO PIORA O MELASMA.🔸(PARCIALMENTE VERDADE)
Os métodos depilatórios, de um modo geral, podem causar irritação na pele local e criar um processo inflamatório que pode estimular a produção de melanina. Porém, se o seu melasma estiver sob controle, os métodos de depilação que causam menos trauma podem ser realizados (Fio egípcio e até mesmo laser, dependendo da tecnologia e os parâmetros).

A HIDROQUINONA PODE PIORAR O MELASMA.🔸(PARCIALMENTE VERDADE)
A hidroquinona é considerada padrão ouro no tratamento contra o melasma. Porém, o tratamento a longo prazo pode trazer alguns danos. Seu uso contínuo pode causar um quadro de dermatite de contato, o que leva a um processo inflamatório local e piora do quadro. Além disso, ela pode causar, em alguns pacientes, áreas de despigmentação localizadas.

◾MICROAGULHAMENTO NÃO É INDICADO PARA MELASMA.🔸(MITO)
Através das pequenas perfurações causadas durante o microagulhamento, e com a associação do Drug delivery, é possível a redução da pigmentação de manchas, especialmente do melasma. Estudos recentes mostram melhora considerável em manchas de melasma resistentes a outros tratamentos. O procedimento deve ser realizado por um médico dermatologista TREINADO na técnica. O trauma provocado no procedimento deve ser modesto, e existe um tamanho de agulha predeterminado para realização da técnica em portadores de melasma.

 

Fonte: IG @dratatianadiperrelli

 

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

Limpeza da pele oleosa: Do ácido salicílico, quais os melhores ativos para o cuidado do rosto?

Essa semana, resolvi trazer alguns artigos sobre cuidados com a pele. Abaixo vocês podem conferir um artigo que o DermaClub publicou, onde tem dicas muito valiosas.

Vamos conferir?

Quem tem a pele oleosa muitas vezes fica em dúvida na hora de comprar produtos para a sua rotina de limpeza. Além de prestar atenção em alguns detalhes, como a textura, que não pode ser gordurosa, é importante ficar atenta aos ativos que compõem a fórmula do dermocosmético em questão. Você sabe quais são os ingredientes que fazem bem e aqueles que geram desequilíbrio ao rosto com tendência à oleosidade? O DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que esclareceu os fatos sobre o assunto.

Entenda um pouco mais sobre a pele oleosa

Antes de falar sobre os ativos, é importante entender como a pele oleosa funciona. De acordo com a médica, ela recebe esse nome por ter uma quantidade demasiada de sebo em sua superfície, devido à maior atividade das glândulas sebáceas. “Este tipo de pele predomina na face e também na área mediana – região do tórax e dorso – não ocorrendo nos braços e pernas, por haver uma menor concentração de glândulas nestes lugares”, disse.

Embora a oleosidade seja mais comum durante a adolescência, por conta da puberdade, o cenário pode se estender para a fase adulta. Outros motivos da pele oleosa são a predisposição genética e os gatilhos ambientais: “como os excessos de temperatura – muito frio ou calor-; poluição atmosférica; hormonais ou produtos cosméticos inadequados”, esclareceu a dermatologista.Conheça os principais ativos que beneficiam a limpeza da pele oleosa

São vários os ativos que ajudam a regularizar a oleosidade, desde aqueles usados em cosméticos, até as medicações potentes orais. A escolha vai depender do quadro de intensidade e extensão, além dos fatores associados. Confira os melhores ingredientes para a pele oleosa:

Ácido salicílico: agente químico que induz a renovação celular, regula a oleosidade da pele e possui ação anti-inflamatória. Tem a capacidade de permeação nos poros ajudando na remoção da camada queratinizada, sendo indicado para a desobstrução dos poros.

LHA: é um derivado do ácido salicílico. Possui ação queratolítica, que ajuda a impedir a formação de cravos, sem provocar irritação. É uma substância suave que pode ser usada em qualquer tipo de pele, sendo as oleosas mais beneficiadas.

Nicotinamida: é uma vitamina essencial do complexo B. Sua substância é capaz de reduzir o ressecamento e melhorar a textura da pele, além de ter ação anti-inflamatória. O ativo ajuda a evitar o surgimento de cravos e espinhas.

Zinco: o mineral é responsável dimunir a produção de sebo pelas glândulas sebáceas. A substância também ajuda a regular o excesso de brilho e, consequentemente, a formação de cravos e espinhas

Atenção aos ativos que provocam o efeito rebote

Segundo a dermatologista, o que acaba causando a produção demasiada de sebo na pele é a falta de limpeza e o efeito rebote. Um dos ativos que pode agravar esse cenário é o enxofre: “Um agente esfoliante e antisséptico que remove a oleosidade, mas que acaba causando ressecamento e irritação com frequência. Se usado excessivamente, pode levar ao efeito rebote, aumentando ainda mais o brilho quando suspenso.

Adote uma rotina de limpeza da pele oleosa regrada, use os produtos indicados e não deixe de consultar seu dermatologista regularmente.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

ENCONTRE AQUI O DERMATOLOGISTA DA SBD MAIS PERTO DE VOCÊ

Imagens: Google

Fonte: Site DermaClub

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

4 Cuidados essenciais para cutículas

Sabemos que fazer as unhas e retirar as cutículas para ter o acabamento perfeito é paixão entre as brasileiras. Mas, não basta remover, existem cuidados que são necessários para saúde e aparência das cutículas, sem contar que o hábito de retraí-las deve ser repensado, pois as cutículas têm papel importante.

Saiba se realmente é necessário remover as cutículas e 4 cuidados que são essenciais para melhorar seu aspecto e aparência.

É necessário remover as cutículas?

Muitas mulheres preferem removê-las por hábito ou estética. Mas a opinião de que é suficiente empurrá-las para trás está se tornando cada vez mais escutada, uma vez que as cutículas atuam como uma barreira natural para evitar possíveis infecções.

Em ambos os casos, é muito importante hidratá-las bem antes de realizar a manicure e usar ferramentas específicas para essa tarefa: um alicate para cutículas esterilizado e de uso único, palito laranjeira ou afastador de cutículas.

O fundamental para poder ter mãos e unhas bonitas, ao mesmo tempo saudáveis, é cuidar constantemente e criar uma rotina de cuidados específicos, como os que indicaremos a seguir.

Imagem: Vix

Cuidados para cutículas

Hidratação com óleo, cera específica ou hidratante

O óleo de damasco e outros, como exemplo, amêndoas e rícino, é altamente recomendado porque reconstitui, suaviza e nutre as unhas e cutículas. Além disso, tem propriedades calmantes e regenerativas que ajudam você a combater as rachaduras irritantes que podem aparecer ao redor unha.

As ceras e hidratantes também são indicados. Aproveite para estender a hidratação das cutículas até as unhas, esses produtos além dos benefícios citados anteriormente, podem clarear manchas nas matrizes das unhas.

Imagem: Lói Cúrcio

Faça hidratações diárias e evite levar a mão à boca para roer unhas ou remover pedaços de pele, a saliva é alcalina e deixa a região ressecada, causando a má aparência.

 Ao fazer a manicure

Afaste suavemente as cutículas com palito laranjeira ou afastafor em  direção à base das unhas, antes de aplicar o esmalte. Com as cutículas hidratadas e bem cuidadas, não será necessária sua remoção, daí é só aplicar o esmalte com cuidado.

Se você faz parte do clube “preciso remover as cutículas para ter a sensação de unha bem feita”, não remova totalmente deixando muito profundo, tente tirar somente os excessos de pele.

Use luvas

Sempre que usar um produto químico (como detergente, sabão em pó e outros), use luvas de silicone ou borracha, pois esses produtos são muito agressivos para a pele, cutícula e unhas, deixando-os fragilizados e ressecados.

 Receitas caseiras

Fazer receitas caseiras para unhas e cutículas uma vez por semana em 15 minutos, ajuda a melhorar o aspecto e fortalecer. Use azeite com vitamina E (você pode obter cápsulas nas farmácias) para hidratar profundamente.

Este é um artigo colaborativo realizado pela Thais Borges – Esmaltecos Cuidados.

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

Novas cores de esmaltes da Quem disse, Berenice?

A [quem disse, Berenice?] não para de lançar novidades para o público feminino, recentemente foram duas novas cores de batons líquidos supermate e hoje temos mais 04 novas cores na linha dos esmaltes da marca: Areim, Cinzuco, Vinheli, Vertudo;

Imagem: QDB

São mais de 30 cores disponíveis, e todos são hipoalergênicos.

E tem mais uma super novidade, o esmalte cobertura efeito gel:

Imagem: QDB

além de ser ultrabilhante e secar rapidinho, o esmalte cobertura efeito gel intensifica a cor, elimina as imperfeições e amassadinhos do esmalte e ainda deixa aquele efeito “gordinho” e de verniz nas unhas. espalha com facilidade e também é fácil de tirar.

Site: QDB

Vocês encontram os produtos da marca nas lojas físicas e no e-commerce.

Os esmaltes custam R$13,90 e a cobertura gel R$15,90*

 

Consulta realizada dia 23/05/18.

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like