Resenha – Effaclar Sabonete Dermatológico Purificante – La Roche-Posay

Olá pessoal, tudo bem?

Recebi muitas mensagens carinhosas nos últimos posts que publiquei com resenhas de produtos para a pele e gostaria de agradecer a todos <3 Muito obrigada!

Hoje trago uma resenha de mais uma opção de limpeza diária e que nas últimas semanas estou testando e amando os resultados. É o Effaclar Sabonete Dermatológico Purificante da  La Roche-Posay.

SABONETE EFFACLAR DERMATOLÓGICO RESENHA 5

 

Minha dermatologista já tinha falado sobre os benefícios dos produtos da La Roche-Posay, porém como eu tinha comprado um Kit de Sabonete e gel de Limpeza da Vichy (que também são maravilhosos <3) esperei acabar para poder comprar o Effaclar e estou encantada com os resultados desse sabonete.

Tem resenha aqui com o Gel de Limpeza Profunda da Vichy!

Indicação:

Indicado para peles oleosas com tendência à acne.

Sua fórmula contém Ácido Salicílico e LHA®, uma nova geração de renovador celular para uma micro esfoliação precisa, fina e direcionada a fim de desobstruir os poros, respeitando a pele. Sua base vegetal de limpeza suave é enriquecida com agentes antibacterianos e seborreguladores para eliminar o excesso de oleosidade e impurezas da pele. Purifica perfeitamente a pele, que se mantém limpa e fresca a cada dia.

O sabonete é em barra, sua base é vegetal e vem com 80 g, gosto muito de sabonetes em barra pois além de durar bastante acredito que o desperdício é menor em relação aos líquidos (se bem que quando usava o líquido da Vichy com apenas uma gota conseguia lavar o rosto/pescoço todo).

SABONETE EFFACLAR DERMATOLÓGICO RESENHA 4

Ele espuma super fácil e tem um cheiro suave. Confesso que prefiro o cheiro do sabonete da Vichy, que lembra bambú, algo bem leve, mas o da Effaclar não tem o cheiro forte, só não consigo detalhar, mas não fica o cheiro na pele. (Quando tinha meus 15 anos usava um sabonete a base de enxofre, horrível >.<  até hoje tenho trauma. Rs!)

Comprei o meu na Drogasil e junto ganhei uma saboneteira (também ganhei uma da Vichy, Rs!)SABONETE EFFACLAR DERMATOLÓGICO RESENHA

Eu utilizo o sabonete 03 vezes ao dia ou conforme a necessidade. Não costumo lavar meu rosto na hora do banho com a água quente (aqui no Sudeste está frio =X), sempre lavo após o banho com água fria ou nos dias mais críticos com a água levemente morna (água quente resseca a pele #FicaaDica).

Já faz mais de duas semanas que estou utilizando e amando seu efeito. Desde a primeira vez você sente sua pele limpa sem repuxar. Não utilizo maquiagem no rosto no dia a dia, apenas protetor solar branco ou algumas vezes com cor e mesmo utilizando após a lavagem um tônico, o algodão sai limpo, provando que realmente o sabonete elimina todos os resíduos da pele.

Tem resenha aqui com o protetor solar com cor da La Roche-Posay.

Senti que meus poros diminuíram, mas não sei se foi resultado do sabonete, visto que utilizo um creme pela manhã e um outro a noite, porém o sabonete reagiu muito bem com esses produtos pois minha pele fica sem oleosidade por várias horas e não agrediu o rosto, pois alguns sabonetes limpam além do necessário causando vermelhidão na pele.

Não sei se ele reage bem a peles secas, pois minha pele é oleosa e foi um casamento perfeito <3

SABONETE EFFACLAR DERMATOLÓGICO RESENHA 3

Dica de pele – La Roche Posay

A higiene diária da pele oleosa ou acneica deve ser realizada com sabonetes líquidos, em barra ou em gel, que contenham em sua formulação agentes que removam a oleosidade da pele e o ácido salicílico, que diminui a formação de cravos. A limpeza da pele deve ser realizada de forma equilibrada, pois a lavagem em excesso pode provocar sensibilização ou mesmo efeito “rebote” (com maior produção de gordura pela pele).

 Como falei acima, comprei meu kit na Drogasil e custou R$31,00. Não acho um valor alto pois dura em média 2/3 meses.
Vocês encontram os produtos da linha Effaclar La Roche-Posay na loja virtual Kutiz Beauté
Vocês já usaram/conheciam o Sabonete da Effaclar?
Em breve trago novas resenhas com produtos para a pele.

Não deixem de acompanhar o Blog nas principais redes sociais.

1436390475_facebook1436390791_Instagram1436390642_twitter

Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto é só enviar um e-mail para: blogsosdabeleza@gmail.com

Grande beijo e até o próximo post.

Sites que me ajudaram na elaboração do post: La Roche-Posay,  Google.

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

Afinal, o que é Melasma?

Já falei diversas vezes aqui que tive uma forte alergia no rosto e que a mais de um ano faço tratamento na pele. Porém a última vez que me consultei com minha dermatologista, ela me falou que eu estava com início de melasma. Já tinha ouvido falar em melasma mas nunca me foquei em o que era essa “doença”. Diversas dúvidas vieram na mente: Afinal, o que é melasma?  Porque surge? Como identificar? Tipos? Como tratar? Tem cura?

Por isso resolvi trazer esse post para o Blog.

Afinal, o que é melasma? 

o que é melasma

O melasma é um aumento da melanina que confere um tom acastanhado em regiões localizadas da pele (manchas), normalmente aparecem no rosto, mas pode ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, porém também pode afetar os homens (10% dos casos são registrados no sexo masculino).

A gravidez é o período mais comum de aparecimento das manchas, e nesses casos pode ser chamado de cloasma gravídico. Depois que surgem as manchas, elas apresentam caráter crônico, com períodos de melhora e de recidiva.

Porque surge?

img-malasma

Não há uma única causa definida para o melasma, mas sabe-se que ele está relacionado principalmente à exposição solar, mas também ao uso de anticoncepcionais e algumas outras medicações, fatores hormonais, predisposição genética, algumas doenças (ex: hepatopatias) e à gravidez.  A exposição ao sol, faz com que a luz ultravioleta estimule os melanócitos (que produzem os pigmentos de cor da pele, a melanina). Apenas uma pequena quantidade de exposição solar pode fazer com que o melasma retorne, mesmo em uma pessoa que já o tratou anteriormente, e essa é uma das principais razões de porque os casos aumentam no verão.
Como identificar:
 11
Antes de tudo é essencial a visita ao consultório do seu dermatologista.
Geralmente começam a aparecer manchas escuras ou acastanhadas na face em áreas expostas, principalmente nas maçãs do rosto, testa, nariz, lábio superior, têmporas, lateral dos braços e colo. As manchas têm formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas.Muitas vezes, as pessoas relacionam o surgimento da mancha ao uso de algum creme, um procedimento de depilação com cera, acidentes domésticos com calor ou forno, mas todas essas possibilidades são apenas “mitos”, não comprovados cientificamente.
Tipos:
news-melasma
  • Melasma epidérmico: Quando há depósito aumentado de pigmento através da epiderme (camada mais superficial da pele).
  • Melasma dérmico: Caracterizado pelo depósito de melanina ao redor dos vasos superficiais e profundos.
  • Misto: Quando se tem excesso de pigmento na epiderme em certas áreas e na derme em outras regiões.
Ainda há três tipos comuns de padrão facial de melasma, o malar (maçãs do rosto), centrofacial (testa, bochechas, acima do lábio, nariz e queixo) e mandibular, conforme a região em que aparece.
Como tratar:
07739410-1d8e-4d65-ac51-d357b33a869b
Existem diversos tratamentos para o melasma, todos querem eliminar as manchas do rosto, mas alguns cuidados são essenciais e sem eles dificilmente se alcançará bons resultados:
  1. Evitar se expor ao sol: esse é o principal cuidado no tratamento de melasma. O sol é o principal responsável pelo seu surgimento.
  2. Usar Filtro Solar adequadamente: para um bom tratamento do melasma o Dermatologista provavelmente vai te prescrever um filtro com boa proteção UVB (FPS) e UVA (PPD). Você deve reaplicar várias vezes ao dia. Ideal a cada 2 ou 3 horas.
    Os tratamentos para melasma variam, mas é importante que o paciente sempre se proteja contra os raios ultravioleta e a luz visível, além de procedimentos para o clareamento e uso de medicamentos tópicos e/ou orais. O protetor solar deve ter FPS mínimo de 30 e um PPD mínimo de 10.

Tem cura?

chemical-peel

 

Não existe “cura” para o melasma, mas existe tratamento/controle. Por isso a importância de sempre usar protetor solar até em dias mais frios, pois os raios solares nesses dias também são prejudiciais a pele. Tem resenha aqui sobre o protetor solar de alta proteção da La Roche-Posay e dicas para cuidar da sua pele no inverno. 

Confira também a importância do uso do protetor solar até em lugares fechados.

 

Existem diversos fóruns na internet com esse tema, porém nada substitui uma consulta ao dermatologista, pois só ele pode te dar um diagnóstico real;

Espero que tenha esclarecido algumas dúvidas e em breve trago novos artigos sobre pele.

Não deixem de acompanhar o Blog nas principais redes sociais.

1436390475_facebook1436390791_Instagram1436390642_twitter

Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto é só enviar um e-mail para:blogsosdabeleza@gmail.com.

Grande beijo e até o próximo post.

Fonte: Google, Juro Valendo, Dias de Sol, Querida vida saudável, Ler saúde, Derma Doctor, Dermatologia.Net, Dra. Cíntia Cunha, Derm.com, Dr. Alexandre Lima;

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

Cuidados com a pele e cabelos no Outono/Inverno

Hellooo… E o frio? Chegou por ai? Rs! Aqui em Minas já começou a esfriar e eu começo a sofrer, pois meu sangue nordestino não aguenta nem uma brisa quem dirá acordar com 12º.

E ainda estamos no Outono… Imagina quando o inverno chegar? #Chorando

Por isso resolvi elaborar esse post pensando na nossa pele e cabelos nessa época fria do ano para algumas regiões do Brasil. Para quem não sabe, sou natural de Recife-PE (verão o ano inteiro. Rs!) e estou morando em Uberlândia-MG faz 03 meses, mas já morei no Rio e em BH e já sofri nas épocas de frio por lá também.

frio-inferno-neve

Por isso nessa épocas que as temperaturas caem é que nossa pele sofrem muitas agressões, pois a umidade do ar fica menor causando a diminuição na transpiração corporal, esses fatores fazem com que a pele fique mais seca, áspera e em alguns casos descamar;

pele-fatos-problemas

No clima frio passamos a tomar banhos cada vez mais quentes diminuindo a oleosidade natural da pele, causando ressecamento e um aspecto esbranquiçado.

Façam o teste, passem suas unhas de leve na sua perna/braço, se ficam umas listras esbranquiçadas/acinzentada é sinal que a sua pele está ressecada precisando de uma boa hidratação;

Para manter a pele em dia trouxe algumas dicas rápidas e eficientes, vamos lá?

Hora do banho

Banhos quentes e demorados são prejudiciais para a pele e os cabelos pois a água quente estimula o couro cabeludo a produzir mais óleo, deixando o cabelo com aspecto pesado e sem brilho – e outros casos, pode ressecá-lo causando descamações. O ideal é não abusar da temperatura dá água, evite se ensaboar demais ou esfoliar a pele e não use bucha, pois o contato da bucha com a pele retira a hidratação natural; Opte por sabonetes suaves, “hidratantes”; Logo após o banho, com a pele ainda úmida, use um hidratante em todo o corpo, principalmente nas áreas mais ressecadas.

Cabelos

Outro agravante comum durante essas estações é o aumento no uso do secador. Se for necessário secar os cabelos, não esqueçam de aplicar antes um bom leave-in, que protege os cabelos do ar quente do secador.

É normal haver também um aumento na queda. Normalmente, isso acontece mesmo, mas não é por causa do frio, e sim porque a cabeça é lavada com menos frequência. Quanto menos a cabeça é higienizada, mais fios tendem a cair. Caso a queda seja maior do que 70, 100 fios/dia, o ideal é procurar um dermatologista e comentar sobre o problema. Mas se a queda estiver, aparentemente, dentro da normalidade, um tratamento no couro cabeludo é indicado uma vez por mês. Os produtos à base de queratina, que devolvem “massa” e reestruturam os fios são os mais indicados para esse período.

Cuidados com a pele oleosa

Para quem tem pele oleosa na face podem apresentar aumento da oleosidade e, até mesmo, uma piora da dermatite seborreica (aquela descamação localizada ao redor do nariz, nos supercílios, atrás das orelhas e no couro cabeludo) nesta época do ano.

Para quem prefere evitar os cremes, os dermatologistas recomendam o uso da água termal, que é fácil de aplicar, hidrata, amacia e proporciona viço à pele. “É importante ressaltar também que não se deve aplicar o hidratante corporal na face e vice-versa”.

Cuidado com os lábios

Não podemos esquecer da boca, com essa mudança de clima é comum que os lábios fiquem ressecados e descamem; Além da questão estética, a descamação da pele da boca pode provocar dor e incômodo. Produtos a base de manteiga de cacau, karité, óleo mineral e vaselina são eficazes no tratamento contra a descamação da pele.

Eu utilizo a noite o Bepantol Derma e durante o dia os Lips baby da Maybelline.

Protetor solar

O sol do outono e do inverno é uma delícia, mas não se deixe enganar, ele não é inofensivo. Nesta época, apesar de uma menor incidência dos raios UVB, responsáveis pela queimadura solar, a radiação UVA, principal causadora do envelhecimento cutâneo, continua forte. Portanto, apesar de você não se “queimar”, o sol danifica a sua pele e você deve protegê-la com filtros solares de FPS 15 ou maior sempre que ficar exposto ao sol.

Tem resenha aqui com o protetor solar de alta proteção da La Roche-Posay

Além de todos essas cuidados com a pele/rosto/cabelo é importante cuidar também da nossa alimentação.

comida-no-inverno

Devemos ter uma boa alimentação, pois vitaminas e antioxidantes pode trazer benefícios em longo prazo.

Durante o inverno, é muito comum diminuir a ingestão de água, um erro brutal. Manter a ingestão de água é extremamente importante para manter a hidratação da pele e de todo o organismo que naturalmente fica debilitado por causa do clima frio. Um corpo hidratado apresenta uma pele macia e elástica. Se você não é muito fã de água, durante esta estação, uma dica é tomar chás claros ou de frutas. Divida a quantidade que é indicada para um dia, ou seja, 2 litros entre água e chás. Assim, você pode tornar esta atividade mais prazerosa.

Seguindo essas dicas básicas é possível “sobreviver” a essas estações e chegar na primavera com a pele e os cabelos belíssimos. Consultem sempre um dermatologista.

Qual a sua estratégia para o frio? Em breve trago novas dicas para vocês.

Não deixem de acompanhar o Blog nas principais redes sociais.

1436390475_facebook 1436390791_Instagram 1436390642_twitter

Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto é só enviar um e-mail para:blogsosdabeleza@gmail.com.

Grande beijo e até o próximo post.

 

Fonte: Google, SBD, Bolsa de Mulher, Mulher.com, Dermatologia.net;

 

 

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like

O que é água termal e como usar? Saiba tudo sobre o produto e seus benefícios para a pele.

Sempre vi/li muitas blogueiras falando sobre um produto chamado Água Termal, e fiquei muito curiosa para experimentar.

Maaaaaaas… passei e ainda estou passando por um longo tratamento de pele (devido a uma alergia a um medicamento) e devido a muitos cremes, loções e comprimidos que tinha que usar diariamente, fui deixando de lado a tal vontade de experimentar a água termal. Ainda não tive a oportunidade de comprar, mas navegando no Derma Club achei um artigo bem bacana que explica tudo bem detalhado de uma forma bem resumida e como pretendo trazer mais posts com cuidados para a pele resolvi replicar o artigo aqui, vamos conferir?

—————————————————————————————————————————————————————————————–

O que é água termal e como usar? Saiba tudo sobre o produto e seus benefícios para a pele.

Muita gente já ouviu falar em água termal, mas qual a função do produto? Originária das estações termais francesas, ela é mais mineralizada que a água comum. De acordo com a Dra. Vanessa Metz, da clínica homônima, o dermocosmético contribui para a reposição de sais minerais perdidos durante o dia pelo paciente. E o melhor: pode ser usado em todos os tipos de pele e também no cabelo. “Vale a pena dar uma borrifada várias vezes ao dia com o intuito de hidratar”, indicou. Saiba mais sobre a origem do produto, como usá-lo e os benefícios extras!

Woman spraying water on her face, interior
Imagem: Google.

Conheça a origem da água termal

Além de conter uma quantidade maior de sais minerais, a água proveniente de estações termais francesas se diferencia da que utilizamos para necessidades diárias por ter pH neutro e alcalino – o da água que bebemos e lavamos rosto e corpo, geralmente, é ácido -, e não ser tratada quimicamente. Pelo fato de possibilitar a melhora de estados inflamatórios e de irritação, esses reservatórios recebem ao longo do ano muitos pacientes acometidos por doenças dermatológicas como a dermatite atópica e a psoríase e pacientes que buscam tratamento, como pacientes com queimaduras.

Confira abaixo os principais benefícios da água termal!

1) Antioxidante, pois protege as células dos radicais livres;
2) Acalma a pele;
3) Refresca a derme durante exercícios;
4) Alivia o incômodo do pós-barba e pós-depilação;
5) Ameniza a sensação de queimaduras solares;
6) Suaviza irritações e coceiras.

Inclua a água termal em sua rotina de cuidados com a pele

O dermocosmético pode ser incluído no ritual de cuidados com a pele juntamente com outros produtos. “Tem paciente que o utiliza toda vez que vai reaplicar o protetor solar. Ele espalha um pouco de água termal e, em cima, passa o filtro”, relatou a médica. Por sua função tonificadora, ela também faz parte da limpeza pré-maquiagem. “Já vi maquiador fazer a preparação da pele aplicando a água e deixando que ela evapore sozinha. E só assim ele começa a maquiagem”, contou, afirmando que o produto também ajuda a fixar a make.

Conheça os benefícios da água termal após procedimentos estéticos

Além de hidratar e tonificar, a água termal também acalma a pele após tratamentos como o peeling, que a deixa mais ressecada. Nesses casos, a dermatologista sugere a utilização do dermocosmético em baixas temperaturas para melhores resultados. “Quando o paciente faz a aplicação, a pele já fica melhor. Se conservar na geladeira e usá-la geladinha, acalma ainda mais”, recomendou.

Como cuidar dos cabelos com a água termal

Vale lembrar que o produto não serve somente para o rosto. Dias de sol e tempo livre combinam com praia e piscina e, consequentemente, expõem o cabelo à ação do sal e do cloro. Segundo a Dra. Vanessa, a água termal ajuda a remover esses componentes dos fios. “Se você não tem uma água mineral ou uma ducha de água doce, você pode usar a água termal”, explicou, garantindo que o dermocosmético é um ótimo item para ser levado em sua bolsa de praia ou piscina.

Cuidados especiais antes de usar a água termal

Dra. Vanessa concedeu as orientações para usar a água termal:

  • Nunca agite o frasco
  • Borrife o produto com o frasco na vertical
  • Não borrife próximo ao local indicado. O ideal é respeitar uma distância de 20 centímetros

Inclua a água termal em sua rotina de cuidados com a pele!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Fonte: http://www.dermaclub.com.br/ 

O ESPECIALISTA

Dra. Vanessa Metz (CRM: 52794953) é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

 

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like