#SOSDicas – 5 dicas para potencializar o efeito do hidratante facial

Saiba como obter resultados ainda melhores com a aplicação de hidratante facial!

 

Quando se fala sobre cuidados com a pele, um dos primeiros que vêm à mente é o uso de hidratantes. Entre vários benefícios que eles podem trazer, o mais desejado é, justamente, a hidratação, o que leva pessoas de todas as idades e tipos de pele a utilizá-lo. Porém, é possível fazer com que esses efeitos sejam potencializados.

Existem algumas dicas e técnicas bem simples que você pode começar a seguir a partir de hoje. Dessa forma, o resultado será uma pele ainda mais brilhante, sedosa, firme e elástica!

 

Como melhorar a ação do hidratante em seu rosto

 

Cada uma das dicas pode aumentar a eficácia dos hidratantes em sua face. Se elas forem utilizadas em conjunto, então, melhor ainda!

 

1 – Use o hidratante certo para o seu tipo de pele

Há uma infinidade de tipos de hidratantes disponíveis no mercado, nas mais variadas fragrâncias, composições, cores e tamanhos. Porém, a primeira característica que você precisa observar é o tipo de pele para o qual aquele produto foi desenvolvido.

Sua pele pode ser seca, normal, oleosa ou mista, e isso diz muito na hora de adquirir o melhor produto. Usar um produto para cútis oleosa na seca não trará a hidratação necessária, ao passo que o oposto pode deixar a pele ainda mais oleosa.

Portanto, a primeira coisa a se observar em qualquer hidratante para o rosto é o tipo de pele para o qual ele foi feito. Depois de fazer esse filtro, escolha entre as opções disponíveis e aproveite os benefícios que elas podem oferecer.

 

2 – Utilize o produto com a pele úmida

 

Para que o efeito dos hidratantes seja completo, recomenda-se que sejam aplicados quando a pele ainda está úmida, o que ajuda a cútis a absorvê-lo mais eficientemente e, além disso, aumenta a duração de seus efeitos.

Provavelmente, o rótulo do produto te orientará a aplicá-lo com a pele limpa, que é exatamente o melhor momento para isso. Primeiro, deve ser aplicado um limpador facial e, então, com a cútis ainda úmida, o seu hidratante favorito.

Esperar alguns minutos ou horas depois de limpar o rosto até aplicar o hidratante não terá nenhum efeito negativo para a pele, mas, por outro lado, não permite que ele aja com toda a sua eficiência.

 

3 – Aplique o hidratante suavemente

 

Muitas pessoas não sabem disso, mas o ideal é que o hidratante seja massageado gentilmente em sua pele. Ao fazer isso, a circulação sanguínea é aumentada, o que consequentemente ajuda em uma absorção mais eficiente do produto.

Por outro lado, quando ele é aplicado com muita força, a pele é esfoliada além da conta, o que pode enfraquecer sua barreira natural e causar inflamações, cujos efeitos vão além da vermelhidão cutânea e da irritação.

Inflamações e rompimentos na barreira protetora da pele a deixa vulnerável a infecções e microorganismos, como bactérias e fungos, além de fazer com que ela fique mais sensível e irritada, que é justamente o contrário dos efeitos esperados com o uso do hidratante.

 

4 – Use produtos diferentes para o dia e a noite

 

Existe uma razão para que os fabricantes de produtos cosméticos ofereçam opções para o dia e a noite: isso é feito para acompanhar as necessidades e características da pele de acordo com cada período do dia.

Durante a noite, a pele está em seu pico de regeneração e rejuvenescimento celular, quando as células mortas e mais frágeis são substituídas por outras, novas e fortalecidas. Esse processo é potencializado durante o sono REM (Rapid Eye Movement), estágio em que o relaxamento muscular é máximo.

É por isso que, durante à noite, devem ser utilizados produtos que ajudam nesse processo de recuperação. Cremes noturnos costumam contar com ingredientes essenciais, como retinóides e peptídeos, que ajudam a suavizar e reparar a pele.

Geralmente, os cremes noturnos são mais espessos e com maior capacidade hidratante, motivos que fazem com que sejam os ideais para esse período, principalmente porque os níveis de hidratação da pele diminuem à noite.

 

5 – Combine seu uso com demais produtos para a pele

 

Para ter melhores efeitos ao utilizar o hidratante, o ideal é que ele seja aplicado em uma rotina de cuidados com a pele, junto com outros produtos que também podem fazer muito bem. Os mais importantes são os seguintes:

 

  • Esfoliante: ajuda a remover as células mortas, o que permite ao hidratante penetrar mais intensamente nas camadas da pele.

  • Protetor solar: evita que a pele absorva a radiação solar e, assim, mantém sua jovialidade, saúde e resistência por mais tempo.

  • Limpador facial: remove as impurezas que entram em contato com a pele no dia a dia e evita que os poros fiquem obstruídos.

  • Creme anti-idade: ajuda a evitar os sinais do envelhecimento e a combatê-los quando estão presentes na pele.

 

Aproveite seu creme hidratante ao máximo!

 

Por mais que os hidratantes sejam produtos bem simples de se aplicar, seus efeitos são bastante positivos. Ao manter a pele com os níveis equilibrados de hidratação, evita-se o ressecamento, que ajuda a evitar a aparição de rugas e linhas de expressão.

Ainda que a pele produza oleosidade por si só, ela nem sempre é suficiente, além do fato que os hidratantes também trazem outras substâncias que mantêm a cútis saudável e ainda mais bela.

Comece a seguir essas dicas a partir de hoje. A aplicação suave do produto certo para você, aliada à escolha de cremes diurnos e noturnos, uso com a pele úmida e combinação com esfoliante, protetor, creme antissinais e demais cosméticos, pode deixar sua cútis ainda mais maravilhosa!

Imagens: Google

Este é um artigo colaborativo realizado em parceria com a equipe da SEO Marketing.

Postado por
Janaina

Continue Lendo

You may also like